Tel.: (11) 3676-0874 - comercial@revistapetrus.com.br

Técnicos da CETESB orientam motoristas de veículos movidos a diesel

WhatsApp Image 2021-07-21 at 13.34.17Vinte e quatro veículos a diesel passaram, em 20/07, em São Paulo, por testes de emissão de fumaça preta – 14 foram aprovados e 10 reprovados. As medições, com uso de um aparelho eletrônico conhecido como opacímetro, tiveram caráter voluntário e educativo. Os motoristas dos veículos que apresentaram alguma irregularidade foram orientados a procurar oficinas onde a manutenção e a regulagem correta dos motores serão efetuadas.

Além disso, todos receberam “dicas” importantes e puderam conferir as avaliações feitas por técnicos da CETESB, com relação à qualidade do ARLA 32, um produto utilizado para controle de poluentes em veículos a diesel fabricados a partir de 2012.

Tudo ocorreu no Terminal de Cargas Fernão Dias, zona norte da capital, e fez parte da primeira campanha da CETESB – Companhia Ambiental do Estado de São Paulo, neste ano, de conscientização dos motoristas de veículos a diesel, no âmbito da Operação Inverno 2021.

A diretora-presidente da Companhia, Patrícia Iglecias, elogiou a iniciativa e lembrou que a CETESB está de “Portas Abertas”, se referindo ao programa da CETESB, que busca trabalhar em parceria, orientar e colaborar para resolver da melhor maneira possível as dificuldades apontadas pelos setores atendidos na agência ambiental paulista. “Dessa forma o corpo técnico da Companhia colabora com a transferência de conhecimento”, concluiu.

De acordo com o diretor de Engenharia e Qualidade Ambiental da CETESB, Carlos Roberto dos Santos, a campanha tem finalidade pedagógica e não tem o propósito de autuar e sim de conscientizar. “Queremos mostrar que a regulagem adequada dos motores dos veículos é sinônimo de saúde e importante para a qualidade de vida da população. Regular o motor é um ato de solidariedade”, arrematou.

O diretor de Controle e Licenciamento Ambiental da Companhia, Glaucio Attorre Penna, destacou que o evento é importante para preservar a qualidade do ar, sendo uma ação de educação preventiva e a ideia é que seja multiplicada.

Conforme o gerente do Departamento de Apoio Operacional da CETESB, Carlos Lacava, a operação educativa objetivou esclarecer aos motoristas e responsáveis pelo transporte rodoviário de cargas, sobre os malefícios causados à qualidade do ar e à saúde das pessoas, por causa da emissão excessiva de fumaça. Por isso, uma segunda campanha está prevista para se realizar na cidade de Campinas, interior de São Paulo, no terminal intermodal.

O representante da Associferdi – Associação dos Empresários de Transporte e Cargas do Terminal Fernão Dias presente no local, o advogado Alessandro Ruffolo, do Departamento Jurídico da entidade, teceu vários elogios à iniciativa, afirmando que para motoristas autônomos a ação atinge justamente o que eles mais precisam: conscientização e prevenção, e consequentemente evitar as multas, além de maior economia.

Por seu lado, os motoristas tanto dos veículos aprovados como dos reprovados gostaram da campanha e disseram esperar mais ações como essa.

Normalmente, as emissões em excesso pelos escapamentos são consequência da falta de regulagem do motor, o que também ocasiona maior consumo de combustível e diminui sua vida útil, entre outros prejuízos.

A fumaça preta é formada por partículas tóxicas muito pequenas, que penetram nos pulmões, provocando irritações, alergias, doenças do coração e até câncer. Crianças e idosos são os mais prejudicados.

A correta regulagem do motor é um cuidado que precisa ser redobrado no inverno, quando a falta de chuvas e de ventos, junto com a inversão térmica, faz com que os poluentes fiquem mais concentrados no ar. Assim, a participação dos motoristas e responsáveis pelas empresas de transporte de carga é essencial para a melhoria de qualidade do ar.

“A colaboração de todos é fundamental para manutenção de um mundo sustentável. Em um momento crítico para saúde pública, enfrentado pelo mundo, temos que investir na educação ambiental”, finalizou Patrícia Iglecias.

A campanha de conscientização de hoje foi feita em parceria com a Fetcesp – Federação das Empresas de Transporte de Carga do Estado de São Paulo e o Sinditac-Gru – Sindicato dos Transportadores Autônomos de Carga de Guarulhos, com apoio da Associferdi – Associação dos Empresários de Transporte e Cargas do Terminal Fernão Dias.

Fonte: Imprensa Cetesb