Tel.: (11) 3676-0874 - comercial@revistapetrus.com.br

Postos de gasolina reduzem valor dos combustíveis nesta semana

Durante a pandemia do novo coronavírus, o fluxo de ações em diversos fatores da sociedade estão sendo impactados. Inclusive as áreas de serviços, como o exemplo da distribuição de energia e combustível. Neste sentido, preço dos combustíveis tiveram uma modificação na última semana, levando em consideração os dados divulgados na Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

O levantamento foi divulgado nesta segunda-feira (27), e detalha que o valor médio do litro da gasolina para o consumidor recuou 2,5%, para R$ 3,992. O preço do litro do diesel caiu 2,07% no período, chegando a R$ 3,3249.

Ainda no mesmo levantamento, o preço do etanol teve índices baixos em relação a última semana, observando uma queda de 3,2%, para R$ 2,705 o litro. Vale ressaltar que os valores são calculados levando em consideração média da ANP.

Os dados foram coletados em diversas cidades do país. Observa-se também que de acordo com a pesquisa, os valores sofrem sempre alteração de acordo com a região no qual está sendo comercializado.

Além destes pontos também foi observada uma queda no preço das refinarias de todo o país, isto porque houve uma diminuição em relação ao preço da semana passada. Valores são observados tendo em vista a baixa do petróleo a nível internacional.

O barril comercializado nos Estados Unidos (WTI) chegou a despencar 306%, sendo vendido a – US$ 37,63 por barril. Este número representa a pior cotação da história do país. Além deste, no Reino Unido, barril Brent cedeu 9%, para US$ 25,57.

Quando observada a semana, Brent caiu 24% e o WTI recuou de cerca de 7%. Analisando toda esta problemática, no Brasil, a Petrobras reduziu o preço médio da gasolina em 8%.

Os índices foram divulgados na última terça-feira (21), onde também o diesel caiu 4% nas refinarias. Este movimento de cortes nos combustíveis também foi observado anteriormente quando a estatal cortou o preço da gasolina em 8%, diesel 6%.

Contabilizando a nível nacional, este foi o décimo reajuste nos preços do diesel neste ano. Já a gasolina, foi o 12º corte de preços em 2020. As diminuições nos preços se dão num momento em que as cotações do petróleo estão em queda com o avanço do surto de coronavírus e recessão econômica.

Fonte: FDR