Tel.: (11) 3676-0874 - comercial@revistapetrus.com.br

BR Distribuidora passa a integrar índice de investimentos éticos da Bolsa de Londres

unnamed (14)
A BR foi incluída no FTSE4Good, índice que avalia práticas ambientais, sociais e de governança corporativa criado pela FTSE – Financial Times Stock Exchange Russell, uma divisão da bolsa de valores de Londres.
As empresas que compõem o índice demonstram sólidas práticas socioambientais e de governança, identificadas a partir de informações públicas, como divulgações de balanço e relatórios de sustentabilidade. Para integrar o índice FTSE4Good, a BR foi convidada a participar do processo de avaliação.
Sobre a avaliação, são considerados 100 indicadores ESG divididos em 7 temas: Mudança Climática, Governança Corporativa, Direitos Humanos e Comunidade, Padrões de Trabalho, Cadeia de Valor – Social, Cadeia de Valor – Ambiental e Transparência Tributária.
Esse reconhecimento segue a inclusão no ISE B3 (Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bolsa B3), que aconteceu no final de 2019. A BR é a única empresa de seu segmento a integrar essa carteira.
Vale lembrar que foi a primeira vez que a BR pleiteou sua entrada no ISE, submetendo-se a um processo rigoroso que incluiu avaliações de desempenho, workshops, questionários e demonstração de evidências de boas práticas em sustentabilidade.
“A sustentabilidade, a responsabilidade social e a governança são valores fundamentais para a BR. Receber esse reconhecimento de duas instituições desse porte demonstra que estamos no caminho certo”, afirma Rafael Grisolia, presidente da BR.
Ambos os resultados reafirmam a contínua busca da BR pela excelência no tratamento dos temas ambientais, sociais e de governança.
Uma jornada sustentável
O relacionamento da BR Distribuidora com a sociedade é pautado pelo respeito aos direitos humanos e ao meio ambiente, pela responsabilidade no engajamento com as comunidades nos locais onde atua e pela atenção à sustentabilidade do negócio, que inclui a transição para uma matriz energética de menor impacto socioambiental.
Em 2019, a BR avançou com iniciativas de redução das emissões de gases de efeito estufa, redução dos impactos socioambientais da sua infraestrutura, geração de impacto positivo na mobilidade das pessoas e ampliação do uso de energias renováveis.
Entre as ações mais recentes, em 28 de junho de 2019, a BR realizou, na sede no Rio de Janeiro, o primeiro Fórum de Sustentabilidade BR. Com o evento, a companhia buscou sensibilizar parceiros, fornecedores, clientes e colaboradores sobre os mais diversos temas contidos no conceito de sustentabilidade, orientados pelos compromissos de Agenda de Sustentabilidade.
O desempenho ambiental da empresa é aprimorado com treinamentos e sistemas de informação, buscando a redução do uso dos recursos naturais, a gestão de recursos hídricos, efluentes e água potável, a minimização da geração de resíduos sólidos e emissões atmosféricas, a prevenção de impactos à biodiversidade e o transporte ecoeficiente dos produtos.
A manutenção do compliance ambiental, com o monitoramento das licenças e demais autorizações legais referentes ao meio ambiente, também é uma prioridade da empresa.
Conscientização da cadeia produtiva
Os parceiros são fundamentais ao negócio da BR. Para que eles possam constar no cadastro da companhia, as empresas fornecedoras precisam concordar com um Termo de Responsabilidade Social, que contempla temas relacionados a práticas trabalhistas e direitos humanos, tais como proibição de trabalho infantil e de trabalho forçado (análogo à escravidão ou em condições degradantes), liberdade de associação e negociação coletiva e coibição de discriminação de gênero, raça, religião ou orientação sexual.
Esses fornecedores também precisam seguir o Código de Ética, o Guia de Conduta e a Política de Responsabilidade Social da BR, todos temas importantes na política de responsabilidade social da companhia
Ela inclui o compromisso de identificar e tratar os riscos sociais envolvidos nas atividades da empresa, a integração de questões socioambientais na gestão e na estratégia, o desenvolvimento de programas e projetos de cunho social e ambiental e a prontidão para atuar em potenciais emergências ou crises junto às comunidades.
Não à toa, em 2019 a BR foi premiada com o AMPRO Globes pela Campanha de Equidade de Gênero, com o Melhor Projeto de Responsabilidade Social/Educacional. A ideia era entender a realidade das mulheres dentro do seu ambiente corporativo.
Após identificar comportamentos não desejados, foi criada uma campanha, veiculada por seis semanas durante o primeiro trimestre de 2019 (para aproveitar o Dia Internacional da Mulher, 8 de março). A campanha foi aprovada por 80% dos colaboradores da BR.
Diálogo com populações do entorno das atividades
A BR busca também manter um diálogo transparente com as populações que vivem no entorno de suas operações, com ênfase nas comunidades próximas à sede no Rio de Janeiro e à fábrica de lubrificantes, no município de Duque de Caxias (RJ).
A companhia realiza ações em parceria com escolas, associações comunitárias e organizações locais dos setores público e privado. Além disso, mantém um canal de diálogo aberto com as comunidades por meio do SAC e da Ouvidoria que também recebem manifestações desses públicos.